Os Grandes Desafios de um Técnico em Manutenção de Celulares

Os grandes desafios do tecnico em manutenção de celulares
por

Você quer aprender mais sobre os desafios do técnico em manutenção de celulares no mercado atual e como esses desafios refletem nos avanços tecnológicos do mundo moderno?

Dados estatísticos revelam que, proporcionalmente, existem dois celulares para cada habitante do planeta Terra, aproximadamente. Fantástico, não é mesmo?

Por isso, a crescente em lojas especializadas em manutenção de celulares é verídica. Este mercado está em crescente expansão.

E que tal conhecer mais sobre esta profissão, de técnico em manutenção de celulares e suas grandes possibilidades profissionais e como que esta carreira vem ganhando espaço no mercado de trabalho?

Saiba que existe o curso profissionalizante que pode ajudar você a qualificar-se e conseguir o emprego nesta área que está em crescente expansão e progressão.

Então, com esse texto você aprenderá mais sobre a utilidade dos aparelhos portáteis usados de forma individual e como são importantes para vários setores econômicos onde necessitam de técnicos em manutenção de celulares qualificados. Quer saber como? Continue a leitura!

 

Os avanços da tecnologia e os desafios do técnico em manutenção de celulares

tecnologias para celulares

Os desafios do técnico em manutenção de celulares estão juntos com os grandes avanços tecnológicos que o mundo apresenta.

Primeiramente, vale a pena ressaltar a ideia sobre o termo Smartphone que é muito utilizado atualmente no mercado.

Smartphone é um aparelho celular que possui muitas funções, e o significado parte da ideia de um “telefone inteligente” ou “telefone esperto”.

É um nome comercial para se referir a aparelhos celulares mais modernos comparados a simples celulares que realizam apenas chamadas e enviam mensagens de operadoras.

Com base nessa informação, nesse artigo é utilizado o termo de aparelhos celulares como a forma abrangente que envolve todos os avanços tecnológicos destas ferramentas.

Dessa maneira, há bastante tempo que os aparelhos celulares se tornaram utensílios muito importantes para a vida de muitas pessoas. São, praticamente, um diário de anotações, álbum de fotos, agendas, armazenador de arquivos e, com eles, as informações trafegam de forma mais rápida e coerente.

Esta incrível ferramenta vem ganhando espaço em escritórios, trabalhos, lares e no cotidiano de seus usuários por conta de sua mobilidade.

No mercado, existe uma grande variação de marcas, modelos, tamanhos, funções, etc.

Eles se enquadram para cada gosto e estão sempre em desenvolvimento tecnológico.

As aquisições de aparelhos telefônicos no cotidiano dos brasileiros refletem bastante em estatísticas positivas na economia no país.

Com isso, os técnicos em manutenção de celulares são muito requisitados para oferecer todos os suportes possíveis aos usuários.

Por exemplo, as pesquisas e estudos oferecidos pelo IBGE, TIC e PNAD, apontam que o número de usuários cresce 147% em 10 anos no Brasil.

Na divisão por faixas etárias, dentre as pessoas com 25 a 29 anos, 89,8% desse grupo, possuem acesso ao celular. De 20 a 24 anos, 89,6% tem acesso ao celular, e entre 30 e 34 anos, 89,4%.

Na divisão por regiões, o porcentual de usuários de aparelhos celulares por grupos nesse estudo, apresentou 86,9% da proporção de usuários na região centro-oeste, 82,8% na região sul e 82,6% na região sudeste.

As regiões norte e nordeste estudadas apresentaram 68,6% e 69,6% respectivamente.

Nestas pesquisas, as mulheres passam na frente dos homens, pois, são apontados dentro da população do grupo, 69,5% para as mulheres, e 68,7% para os homens.

Com esta base de pesquisa, o Brasil apresenta também um aumento significativo quando o assunto é acesso à internet por meio do celular.

É possível afirmar que os aparelhos celulares são as maiores formas de acesso à internet atualmente.

Dessa forma, os dados móveis que possibilitam o acesso à internet (3g, 4g) estão sempre em constantes modificações e evoluções.

Estas são apenas algumas estatísticas a respeito de grupos, usuários e internet móvel em aparelhos celulares no Brasil.

É incrível como o celular proporciona facilidade com todos os tipos de comunicação para seus usuários não é mesmo?

Percebe-se que com tantas informações a respeito do uso de aparelhos celulares, é notória a popularidade destas ferramentas.

E para os técnicos em manutenção de celulares, isso se torna uma grande oportunidade para ótimos empregos e próprios negócios.

 

 

Os desafios do técnico em manutenção de celulares com a evolução dos aparelhos telefônicos

evolucao-de-tecnologia-celular

Em meados dos anos 70, alguns engenheiros decidiram tornar mais eficientes e fáceis as comunicações com os telefones. Até então, o sistema telefônico era efetuado por centrais telefônicas.

A ideia era criar um sistema que fosse capaz transmitir comunicações entre telefones sem fio.

Algumas empresas viram certo potencial que o celular poderia apresentar, e fizeram alguns testes entre 1947 e 1973, mas eram apenas ideias e teorias sem práticas conclusivas.

Leia mais  Os melhores fornecedores e distribuidoras de peças e acessórios para celulares

Em 1973, com os estudos do engenheiro Martin Cooper e sua equipe, foi criado o primeiro protótipo da Motorola chamado DynaTAC.

Nesta época, muitos não levavam a sério o assunto, até que Martin Cooper e sua equipe realizaram a primeira chamada de um telefone móvel instalado em um carro para um telefone fixo.

A data exata que Martin Cooper realizou a primeira chamada foi no dia 3 de abril de 1973 feita em uma rua de Nova Iorque para seu concorrente, o engenheiro Joel Engel da AT&T. O acontecimento foi filmado pela imprensa e entrou para a história.

Com isso, as teorias sobre o aparelho celular comprovaram que o mesmo funcionava perfeitamente, e a ideia de rede telefônica com celulares de 1947 foi arquitetada de maneira exata.

Após o primeiro protótipo que não era comercializado para o público, a Motorola aprimorou os estudos e consequentemente depois de dez anos, lançou no mercado o DynaTAC 8000x em 1983.

Uma curiosidade sobre o Motorola DynaTAC 8000x, era que esse aparelho pesava aproximadamente um quilo, tinha uma bateria que durava vinte minutos e tinha dimensões de trinta centímetros de altura.

No começo, esse celular era colocado em alguns carros que tinham porte ideal para instalá-los. E depois de alguns ajustes, começou a ser carregado por seus usuários.

Apesar do peso e do porte desse celular, esta tecnologia era uma grande novidade para a época, e muitos queriam possuir este aparelho.

Então se iniciava a primeira geração onde os engenheiros já buscavam novas alternativas e tecnologias que esses aparelhos poderiam oferecer.

No início dos anos noventa, iniciava a segunda geração, onde empresas visaram melhorias no peso e no tamanho dos aparelhos.

Além disso, foram criados novos padrões em tecnologia e comunicação. As tecnologias eram: TDMA, CDMA E GSM.

Em 1993, a primeira mensagem de texto (SMS) foi enviada de uma operadora da Finlândia.

As mensagens de texto nessa época possuíam certa carência, pois, eram poucos caracteres possíveis e que não tinham certos acentos ou caracteres especiais.

Além disso, o destinatário deveria ter a tecnologia necessária compatível com o seu aparelho, e muitos aparelhos também não possuíam teclados alfanuméricos nessa época.

Com o avançar da tecnologia, as empresas criaram novos serviços para conquistar mais clientes.

Um desses serviços nos aparelhos celulares eram os ringtones monofônicos e polifônicos que as empresas criaram para os aparelhos celulares, isso possibilitava o usuário a personalizar suas chamadas com suas musicas favoritas.

Outro serviço que chegou depois e fez toda a diferença, foram as cores e suas possibilidades.

No começo, os aparelhos possuíam apenas tons monocromáticos, apesar de que algumas fabricantes já fabricavam visores com escalas de cinza.

Até que surgiram os primeiros aparelhos celulares que ofereciam displays com quatro mil cores, que propagaram muita popularidade com os usuários.

Em meio a este avanço tecnológico para a época, os fabricantes colocaram no mercado, aparelhos celulares com displays de até sessenta e quatro mil cores e, logo depois, até duzentas e cinquenta e seis mil cores de forma gradativa no mercado.

Para a época, era incrível o que os aparelhos celulares conseguiam transmitir através de suas cores, e como a tecnologia está em constante evolução, os aparelhos celulares que estão no mercado atualmente, chegam até dezesseis milhões de cores.

No fim desta segunda geração, as variedades de cores deram formas a outros grandes serviços feitos pelos fabricantes.

As MMS (mensagens multimídias) surgiram para criar novas possibilidades no envio de imagens e, consequentemente com este serviço, as mensagens já estavam também suportando o envio de vídeos e até e-mails.

E por fim, o acesso à internet já engatinhava aos poucos e certamente as empresas já observavam o grande potencial que a essa ferramenta poderia proporcionar em seus serviços.

Para que a internet pudesse ser uma realidade nos aparelhos celulares, era necessária a criação de páginas próprias para o celular (conhecidas como WAP) além de conteúdo reduzido e com poucos detalhes.

A terceira geração começou com novos serviços oferecidos pelas empresas e operadoras de telefonia móvel, além de vários outros serviços para elevarem conceitos significativos aos usuários.

Os fabricantes estão apostando muito em inovação para todas as funções dos aparelhos celulares.

Além disso, obtiveram ótimos resultados no aumento da velocidade de acesso a internet com os novos aspectos que esses aparelhos celulares apresentavam.

Um marco nesta evolução foi a possibilidade dos aparelhos celulares terem câmeras embutidas. Apesar de que na atualidade, a qualidade das câmeras não é comparada com a qualidade de câmeras profissionais. Pois, a principal função dos celulares é a comunicação telefônica.

Leia mais  Como usar o multímetro em reparo de placas

Essa tecnologia avançou bastante até hoje. Atualmente podemos encontrar no mercado, aparelhos celulares que detectam os nossos rostos que ajudam a bater as fotos tão conhecidas: “selfies”.

Além disso, os atuais aparelhos celulares contam com tecnologias em câmeras que chegam a 8MP (Megapixels) e flash.

O mp3 nessa época era escasso, pois, não existiam os arquivos e os players. Esta foi uma grande ideia dos fabricantes, que era justamente incluir suporte em reprodução de músicas em aparelhos celulares.

As empresas começaram a fornecer suporte além dos arquivos mp3, como, o ACC e o WMA que também foram inclusos nos aparelhos.

Além que foram inclusos opções de equalizador, listas de reprodução, visualizações e até mesmo a possibilidade de reprodução de áudios para dois ou mais fones de ouvido.

Com isso, a chegada dos mp3 em aparelhos celulares, alavancou grandes conquistas com o público e se tornou uma ferramenta importante para os celulares.

Com a chegada dos sistemas operacionais, o termo smartphone ganhou muita popularidade no mercado.

Nesta época, os sistemas operacionais ainda eram raros e não tinham grandes capacidades com os que conhecemos hoje.

Esta geração de aparelhos celulares também apresentavam grandes melhorias e novidades em redes sem fio (wi-fi), câmeras que chegavam a 2MP(Megapixels), tecnologia bluetooth, memória interna com mais espaço, suportes a redes 3G, etc.

E os avanços e aprimoramentos continuaram sobre os aparelhos celulares. Até que um dia, os consumidores foram surpreendidos quando a empresa Apple lançou um grande produto chamado iPhone.

Os aparelhos estavam aderindo à tecnologia de sensibilidade ao toque, mas a Apple inovou com o iPhone, pois, este aparelho conseguia fazer múltiplos toque em sua tela.

Após esta tecnologia, os aparelhos celulares conseguiram ter o acesso á internet com a tecnologia 3g e, mais tarde 4g, agregadas a eles. Isto foi uma inovação no mercado e na tecnologia.

Hoje, estes aparelhos celulares, conhecidos como smartphones, são o que mais estão presentes no mercado e apresentam funções ainda mais inovadoras e design tecnológicos.

Estes profissionais estão em alta, pois, cada vez mais, estes aparelhos requerem cuidados específicos para suas respectivas manutenções e cuidados.

É possível ver que há uma crescente em lojas especializadas para este tipo de serviço. Não somente as autorizadas das fabricantes desses aparelhos mas, as lojas que prestam serviços de manutenção de celulares e ou vendas de acessórios são uma vertente em ascensão.

Diante de todos esses avanços tecnológicos, também era possível enxergar em tempos atrás, os desafios de um técnico em manutenção de celulares.

 

 

Capacite-se: Adquira qualificação para ser um técnico em manutenções de celulares

desafios do técnico em manutenção de celulares com a área

Os técnicos em manutenções de celulares estão ganhando mais espaço no atual mercado profissional competitivo.

Para ter uma ideia, dependendo da área de atuação do técnico, os lucros com essa profissão podem apresentar altos valores, e a demanda por esses profissionais é bastante intensa.

Pois, a tendência do consumo e produção de novos aparelhos celulares é constante, dessa forma, o mercado necessita de mais técnicos para realizar os serviços de concerto e manutenção.

O mercado de aparelhos é crescente e lucrativo, e a qualificação para este curso podem oferecer grandes oportunidades de crescimento profissional.

O técnico em manutenção de celulares pode ganhar salários variados dependendo da sua área de atuação. Dessa forma, deve-se levar em questão: os tipos de serviços, manutenções e também de acordo com o mercado local.

Ou seja, se você estudar e se qualificar, você poderá exercer a profissão em qualquer empresa que presta serviços nessa área, ou trabalhar como empreendedor sendo um autônomo.

Para ser um técnico qualificado, é preciso aprender sobre manutenção de aparelhos celulares que envolvem muitos conceitos, como: conserto em geral, troca de peças, pequenos reparos, desbloqueio de celulares, formatação e atualização de sistema.

Entre vários outros tipos de serviços, também podem aparecer casos diferentes para o técnico em manutenção de celular, como: concerto de vídeo games e tabletes.

São casos raros, pois, a principal atividade desses técnicos é focada em manutenção de aparelhos celulares.

Dessa forma, é importante o conhecimento profundo de hardware, software e todos os tipos e marcas possíveis de aparelhos que possam acrescentar conhecimento para o técnico em manutenção de celulares.

O hardware é a parte física do celular onde é composto por componentes eletrônicos que podem conter: circuitos de fio e luz, placas, capacitores, etc.

Estes componentes eletrônicos podem ser comparados como “engrenagens” que fazem o aparelho funcionar.

O hardware está presente na composição de computadores, de tabletes e também em outros diversos aparelhos eletrônicos.

Por outro lado, os softwares podem ser comparados como sequências que utilizam instruções escritas para o celular com a finalidade de realizar funções específicas.

Leia mais  Guia rápido: Como resolver os problemas do iPhone

Em outras palavras, o software é a parte lógica do aparelho que transmite instruções para o hardware com a finalidade de realizar todas as funções do celular.

Os softwares podem ser classificados em três tipos: software de sistema, de programação e de aplicação.

Os softwares de sistema são o englobamento de informações que são executas pelo sistema interno e criam uma interação com o usuário por meio da interface gráfica.

Softwares de programação são as ferramentas usadas pelos programadores que fazem o desenvolvimento dos sistemas a partir de linguagens de programação.

E os softwares de aplicação permitem o usuário executar e utilizar funções a partir de aplicativos baixados no sistema do aparelho.

Os aplicativos são muito variados e oferecem várias utilizações para os usuários, como, por exemplo: aplicativos de jogos, redes sociais, aplicativos de bancos, aplicativos para música, filme, etc.

Os conhecimentos nas variedades de aparelhos celulares no mercado exigem também bastante conhecimento para quem quer se qualificar na área.

Atualmente no mercado, as marcas de aparelhos celulares mais populares e compradas são:

  • Samsung;
  • Apple;
  • Nokia;
  • LG;
  • Motorola;
  • Lenovo;
  • Asus;
  • Windows Phone;
  • Huawei;
  • BlackBerry, etc.

Quando se trata de habilidades pessoais, é importante que os alunos tenham atenção, paciência e foco em seus serviços. A vontade de aprender deve sempre continuar.

Os aparelhos celulares possuem peças pequenas, e quando o aluno não possui a atenção necessária, um simples erro pode danificar totalmente os circuitos internos do aparelho.

De certa forma, é preciso saber se você gosta de celulares e suas tecnologias, e se consegue trabalhar com facilidade em peças pequenas.

Além dessa parte física, o técnico em manutenção de celular também precisa aprender a lidar com clientes que são bem exigentes.

A ética também se faz necessária nesta área. É necessário construir um relacionamento com o cliente de forma que o mesmo sinta-se acolhido pela empresa de manutenção de celulares.

Este relacionamento faz-se necessário para qualquer tipo de porte da empresa que se deseja atuar, como também, para empreendedores.

Além de conhecer também os sistemas operacionais: Symbian, Windows Phone, BlackBerry, iOS, Android e os mais variados que existir. Isto também se faz necessário para a profissão.

Vale ressaltar que essas linguagens de programação para celular são diferentes das linguagens utilizadas no computador. As linguagens diferem-se por suas funcionalidades: Os sistemas de linguagem para celulares são mais reduzidas quando comparadas a uma de um computador.

O mercado brasileiro precisa cada vez mais de técnicos em manutenção de celulares, pode-se observar que sempre surgem vagas para a área, e aqueles que conseguem se qualificar, fazem a diferença no mercado e sempre serão requisitados por suas habilidades.

Os desafios de um técnico em manutenção de celulares exigem que os alunos interessados nesta área profissional, busquem os conhecimentos técnicos e que sempre estejam por dentro de todas as novidades tecnológicas, pois, a tecnologia está sempre em constante evolução e mudanças.

Atualmente, no Brasil, existe uma considerável quantidade de cursos tecnológicos que ensinam especificamente sobre manutenção de celulares.

Como também, existem cursos que enveredam mais para a parte de hardware e softwares dos smartphones. A parte da eletrotécnica também é muito importante juntamente com a satisfação de instrutores de ensinar seus alunos.

Cursos para sistemas operacionais de celulares e aplicativos também são considerados em alta. Pois, toda a parte “inteligente” do celular dar-se por estas ferramentas.

Para você que realmente quer qualificar-se nessa área e aumentar seus conhecimentos com qualidade de ensino e satisfação pessoal, existem escolas e cursos que oferecem o total apoio e comodidade para todos os seus alunos.

 

Na atualidade, os aparelhos celulares fazem parte de nossas vidas como uma grande ferramenta de comunicação e informação.

Com os avanços da tecnologia, os aparelhos celulares vêm apresentando novas ferramentas, formas e utilidades. Para o técnico em manutenção de celulares, é importante conhecer cada vez mais sobre cada aparelho e sua ciência.

O mercado vem apresentando estatísticas muito positivas para empregos nessa área e em vários setores de celulares, e a qualificação do técnico em manutenção de celulares é importantíssimo para torná-lo um profissional requisitado pelas empresas.

Portanto, os grandes desafios de um técnico em manutenção de celulares consistem em sempre estar por dentro de todas as novidades tecnológicas que envolvam mobilidade e acessibilidade para os usuários e seus aparelhos celulares.

 

Curtiu esse artigo? Acesse o nosso site http://iefy.com.br/curso/curso-de-manutencao-de-celular/ e fique por dentro desses e vários outros assunto. Compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chame no WhatsApp